Atenção: Você está no site Agro Bayer Brasil. O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.

 
Find a solution
Find a label

Onde Comprar

Não há resultados.

Gestão financeira otimiza os recursos e traz segurança jurídica ao negócio rural

Consultorias e softwares disponíveis no programa de pontos auxiliam o produtor no monitoramento das informações fiscais, antecipação da previsão de impostos e resolução de irregularidades

Data

16 outubro 2019

Muitos produtores enfrentam dificuldades na hora de avaliar o caixa financeiro da fazenda. Guardar as notas fiscais recebidas durante a compra de insumos e também ter o controle de todas as vendas de produtos agrícolas exige uma rotina disciplinada. Como as operações agrícolas estão se tornando cada vez mais complexas, organizar as finanças se torna um desafio. Cada informação financeira precisa ser acompanhada com cuidado pois ela impacta nos resultados do negócio.

Para ajudar o produtor a manter a atividade agrícola segura e dentro da legalidade, o programa de pontos oferece novas tecnologias e consultorias especializadas em finanças que podem ser resgatadas por pontos. Com planejamento, o produtor evita problemas junto aos órgãos fiscalizadores e organiza o caixa da fazenda para manter as finanças em dia. Um exemplo disso é a tecnologia contábil desenvolvida pela Essent Agro, baseada em um robô inteligente que organiza a rotina tributária da fazenda.

De acordo com Giandrei Basso, engenheiro agrônomo e CEO da Essent Agro, a tecnologia automatiza a busca dos documentos fiscais do produtor, por meio do monitoramento constante de documentos emitidos na Secretaria da Fazenda. Dessa forma, o sistema acompanha todas as notas fiscais emitidas para o CPF do produtor, esses documentos são importados automaticamente para a plataforma, que também classifica as notas fiscais e distribui o valor monetário e percentual de cada uma delas. “Com isso, o produtor vai entender o que cada produto significa para as despesas e para as receitas dele. Ele terá uma visão completa do controle financeiro”, explica Basso.

De acordo com Basso, a grande vantagem da tecnologia é permitir o planejamento tributário. A cada 30 dias, automaticamente o sistema faz o fechamento do mês e calcula uma previsão do valor do Imposto de Renda a pagar no ano seguinte. “O Imposto de Renda é uma dor para o produtor. Geralmente, ele guarda as notas fiscais e uma vez ao ano leva tudo para o contador fazer a declaração do IR”, diz Basso. No entanto, muitas vezes o produtor pode perder algumas notas ou se surpreender com o valor do imposto. “Muitas vezes ele não tem dinheiro em caixa para pagar o imposto, parcela o pagamento em 8 vezes e esse é o pior negócio a se fazer porque o imposto é corrigido mensalmente de acordo com a taxa Selic”, opina Giandrei Basso.

O produtor que investe na Essent Agro evita essas surpresas pois todas as notas fiscais são armazenadas na plataforma online e são gerenciadas de forma segura, podendo também ser exportadas e compartilhadas facilmente por e-mail e aplicativos de comunicação como o WhatsApp. Dessa forma, o produtor acompanha a evolução financeira do negócio a cada mês e consegue se programar para pagar os tributos. “O produtor consegue localizar qualquer nota rapidamente na Essent Agro e todos os números informados são confiáveis, pois todo lançamento está baseado em documento fiscal. O nosso robô dá para o produtor muito mais segurança nos dados e transparência para as operações”, afirma o CEO Giandrei Basso. A grande vantagem é poder acompanhar todas as informações através da plataforma web, em um computador ou através do aplicativo, saber previamente quanto será o Imposto de Renda e planejar o pagamento, sem surpresas.

De acordo com o CEO da empresa, a Essent Agro vai além da coleta de NFs e auxilia na melhoria da gestão, facilitando também outros processos contábeis e fiscais, como por exemplo respeitar o preenchimento de informações financeiras no e-Social. “A Essent Agro consegue automatizar os processos e dar informações confiáveis para o agricultor. Conseguimos construir cenários futuros para que o produtor possa tomar as melhores decisões de gestão”, afirma Giandrei Basso.

A tecnologia atende aos produtores rurais pessoa física e o robô opera com base no CPF do agricultor para coletar os documentos. Além de processar as notas fiscais eletrônicas, a tecnologia também permite que o produtor anexe notas fiscais manuais, recibos de compra e venda através de uma funcionalidade de foto dentro do aplicativo. Para operar, o sistema precisa apenas de um certificado digital A1 do produtor, um documento de custo anual em torno de R$ 150 que funciona como uma assinatura eletrônica para dar acesso às informações nas Secretarias da Fazenda.

 

Cuidado com os impostos

Entre os fatores que mais impactam a gestão financeira da fazenda estão os impostos. O planejamento, a previsão e o recolhimento correto e na hora certa evitam prejuízos com autuações e trazem mais transparência para o negócio. Devido à complexidade do sistema tributário brasileiro muitos produtores podem cometer erros. Um exemplo disso é o cálculo do Imposto Territorial Rural - ITR. “No exemplo do ITR, o valor precisa ser atualizado a cada ano na prefeitura. Observamos que mais de 90% das propriedades estão com os valores desatualizados e, com essa falha, o produtor pode ser autuado, tendo que pagar multa com juros bastante significativos”, exemplifica Alessandro Acosta, engenheiro agrônomo, sócio e coordenador regional da consultoria Safras & Cifras.

Para sanar irregularidades e prevenir autuações, uma ótima alternativa é resgatar o serviço de Diagnóstico Fundiário e Diagnóstico Tributário. O diagnóstico fundiário oferecido pela consultoria Safras & Cifras consiste em uma análise detalhada de todos os documentos que regulamentam o uso da terra, como por exemplo a avaliação de pagamento do Imposto Territorial Rural - ITR. “Avaliamos todas as informações do imóvel, auditamos inúmeros cadastros que compõem a questão fundiária. Com toda a documentação organizada, o serviço cria uma base sólida, o que diminui os riscos perante os órgãos de fiscalização”, explica Acosta.

É preciso ter atenção no momento de envio dos dados da propriedade aos órgãos fiscalizadores. Todas as informações são cruzadas, e quando há inconformidades, o produtor fica sujeito a penalidades. “Muitas vezes, o produtor não conhece o risco elevado que corre. Quando fazemos o diagnóstico e apresentamos todos os pontos de forma didática em uma apresentação, ele consegue entender a importância de sanar as falhas”, diz Acosta.

A Safras & Cifras analisa os dados informados através das prefeituras e, durante a primeira etapa do atendimento do Diagnóstico Tributário, os consultores se reúnem com o produtor para coletar as informações necessárias para dar andamento no atendimento. Em até 30 dias, a consultoria apresenta o diagnóstico final, apontando as falhas da propriedade e indicações para adequação.

Já o serviço de Diagnóstico Tributário permite que os consultores façam o estudo das contas da fazenda para estimar antecipadamente o valor a pagar no Imposto de Renda. “Avaliamos todas as declarações de Imposto de Renda dos últimos cinco anos, apontando incongruências e soluções”, conta Acosta. “O produtor geralmente se preocupa com a receita e o que fazer para pagar menos imposto, mas não faz uma análise de disponibilidade financeira. O produtor pode receber o pagamento de uma soja entregue que não foi tributada, por exemplo, esse é um problema bastante habitual”, explica o sócio e coordenador da Safras & Cifras.

Nesse caso, o produtor terá um valor em caixa que não foi devidamente declarado. Quando esse dinheiro for usado, como por exemplo para comprar uma máquina agrícola, ficará complicado justificar a origem desse dinheiro e justificar a evolução patrimonial do agricultor. “É preciso que o produtor retifique as informações. Com o Diagnóstico Tributário, ele terá um cadastro muito mais apurado e com base sólida”, diz Acosta. Outra boa razão para investir no Diagnóstico Tributário da Safras & Cifras é evitar sérias complicações para a fazenda e para a identidade do produtor. “É preciso ter cuidado porque esses problemas tributários geram um passivo que costuma ser bastante alto. Além disso, outro aspecto é que, se a sonegação fiscal for intencional, ele responde criminalmente”, alerta Alessandro Acosta.

 

Gestão agrícola

Outra robusta tecnologia disponível para resgate no programa de pontos é o Aegro, um software fácil de usar que une as áreas operacional e financeira da fazenda para oferecer um controle eficiente da gestão rural. A plataforma, além de dar uma visão integrada de toda a propriedade rural, também é focada em automatizar processos para otimizar o tempo do produtor. Um exemplo de automatização é o sistema permitir a importação das notas fiscais.

O sistema completo fica hospedado na internet e pode ser acessado em computadores, tablets e smartphones. O produtor pode criar vários perfis de acordo com as funções dos colaboradores da fazenda, com diferentes permissões de acesso ao sistema. O operador de uma máquina agrícola pode acessar o Aegro somente para registrar o abastecimento da máquina, por exemplo. “O Aegro oferece um conjunto de funcionalidades e a integração de todos esses dados. O produtor passa a ter uma visão mais completa da fazenda dele. Conseguir enxergar qual área está dando mais retorno para ele é um diferencial”, afirma Antônio Assis Brasil, analista de Comunicação da Aegro.

De acordo com Assis Brasil, o sistema substitui o caderno de campo, permitindo registrar todas as informações de manejo por meio de um aplicativo. “O aplicativo funciona mesmo estando offline. O produtor consegue tirar fotos pelo aplicativo, criar mapas de calor de infestações de pragas, doenças e plantas daninhas”, explica o analista da Aegro.

O sistema Aegro atende especialmente produtores de soja, milho, trigo e arroz. Com a licença de uso contratada, o produtor e sua equipe recebem treinamento para aprender a utilizar o sistema e a implementação é gratuita, podendo rapidamente já iniciar as operações do Aegro.

Compartilhar notícia por email