Atenção: Você está no site Agro Bayer Brasil. O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.

 
Find a solution
Find a label

Onde Comprar

Não há resultados.

O uso de Podium EW no controle do milho voluntário

Plantas voluntárias podem impactar na produtividade da soja e a utilização de herbicida da Bayer auxilia no manejo do milho voluntário.

Data

04 outubro 2018

Produto

Localização

São Paulo - SP

Solução é investir precocemente no manejo do milho voluntário

No processo de colheita é normal a perda de grãos, mas a planta que brota de forma espontânea em uma lavoura pode se tornar problema para o produtor rural. Isso porque a planta voluntária (ou tiguera) que persiste no campo acaba competindo com a cultura sucessora por água, luz e nutrientes. Este problema ocorre, principalmente, pela dificuldade de eliminar plantas com glifosato.

No caso da soja, o milho safrinha pode virar uma planta competidora com a soja e de difícil combate, ou seja, os grãos de milho modificado que sobraram da colheita germinam e se comportam como uma planta daninha para a cultura da soja. E se essas duas culturas tiverem o gene RR, o manejo torna-se mais caro e complicado.

Como o milho tem elevado poder de competição, ele pode causar a redução de produtividade na soja. Para se ter uma ideia, se houver uma planta por metro quadrado, o milho pode diminuir em até 30% a produção de soja. Muitas vezes essa perda de produtividade não é medida, porém perdas por milho voluntário devem ser consideradas no sistema produtivo. Além disso, plantas voluntárias também podem servir de hospedeiras para pragas e microrganismos causadores de doenças no período de entressafra.

O primeiro passo para diminuir problemas com plantas voluntárias é a realização de uma colheita eficiente, com o menor percentual possível de perdas de grãos. No entanto, quando ocorrer o problema, a indicação é que o agricultor controle o milho com um herbicida que tenha mecanismo de ação diferente do glifosato. O ideal é realizar o controle antes da semeadura ou logo após a emergência da soja, quando as plantas do milho ainda estão pequenas.

Diante desta realidade, a Bayer indica o uso de herbicidas graminicidas pós-emergentes em soja, como o defensivo Podium EW, que é uma alternativa para o controle de milho voluntário em lavoura convencional ou RR. Podium EW é absorvido rapidamente pelas folhas e transloca-se para os pontos de crescimento, paralisando o crescimento logo após a aplicação (de 1 a 2 dias). O herbicida seletivo torna as folhas da planta voluntária amareladas, evoluindo para uma coloração arroxeada, com posterior necrose do tecido foliar.

Assim o milho voluntário fica mais fácil de ser controlado e o produtor rural pode efetuar o manejo adequado da lavoura, evitando prejuízos na produtividade e nos custos de produção.

Redator: Elfrides Júnior

Foto: Bayer