Atenção: Você está no site Agro Bayer Brasil. O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.

 
Find a solution
Find a label

Onde Comprar

Não há resultados.

O que considerar na escolha do seu fungicida?

O controle eficiente das doenças por uma escolha assertiva do fungicida

Data

10 julho 2019

Produto

Localização

São Paulo - SP

Inseticidas - Período de alerta e danos dos percevejos
Eficácia de controle

É necessário saber o que se quer controlar. A eficácia dos fungicidas muda conforme a doença. Fungicidas de reforço podem incrementar o controle de determinados alvos.

Espectro de ação

Diversas doenças podem ocorrer simultaneamente na lavoura, como por exemplo, manchas, antracnose, ferrugem e oídio. Quanto maior for o espectro de ação do fungicida, de forma a entregar controle sobre mais de uma doença, melhor. Fungicidas formulados em combinação de ativos, combinações duplas ou triplas, com diferentes mecanismos de ação, são fundamentais para aumento de espectro. Além disso, o uso de fungicidas de reforço contribui também para aumentar o espectro de ação.

Momento em relação à doença

Alguns fungicidas respondem melhor quando aplicados preventivamente. A aplicação preventiva proporciona vantagens ao fungicida perante ao patógeno, e se dá principalmente nas fases de pré-penetração do fungo nos tecidos, quando o fungo está mais vulnerável para ser controlado, pois ainda possui pequeno crescimento. Após a doença se estabelecer, pode-se lançar mão de outros fungicidas capazes de entregar um efeito curativo mais evidente.

Residual de controle

Diferentemente de culturas HF como batata e tomate, em grandes culturas não se consegue entrar toda semana com aplicações. É preciso usar fungicidas que entreguem bom residual, capaz de manter proteção por uns 12 a 15 dias. Esse é um dos motivos, por exemplo, de porquê não se usam fungicidas multissítios isolados em grandes culturas, devido ao menor residual.

Custo da aplicação

O custo deve ser o último fator a ser analisado e não deve sobrepor os aspectos técnicos. Uma aplicação deve ser encarada como um investimento e nõa como custo.

Compartilhar notícia por email