Atenção: Você está no site Agro Bayer Brasil. O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.

 
Find a solution
Find a label

Onde Comprar

Não há resultados.

A escolha do fungicida como fator decisivo para o resultado da safra

De nada adianta planejar toda a guerra contra as doenças, se não tivermos as armas adequadas.

Data

15 julho 2019

Produto

Localização

São Paulo - SP

A aplicação de fungicidas é uma das principais práticas de controle de doenças na soja. Características como a facilidade de uso e um retorno significativo na produtividade contribuem para optar-se por esta ferramenta. No entanto, o retorno depende das decisões quanto à escolha dos produtos, posicionamento, misturas, doses, tecnologia de aplicação, dentre outros parâmetros. Não adianta termos acesso ao melhor fungicida, se as demais questões técnicas de uso não forem atendidas. Da mesma forma, não é suficiente planejar toda a execução de uso, se escolhermos mal o fungicida a ser utilizado. É justamente essa última análise que será discutida a seguir: a escolha do fungicida como fator decisivo para o resultado da safra.

Em primeiro lugar, é preciso escolher os fungicidas corretos e distribuí-los em um programa de aplicações, mantendo uma sequência e intervalos adequados. Mas o que levar em conta na hora de escolher o produto?

Muitos produtores ainda consideram o custo dos produtos como fator decisivo. Na agricultura atual, esse fator deve ser pensado com cuidado. É essencial usar produtos de alta performance, que entreguem controle e retornem produtividade. Produtos que inicialmente podem parecer mais baratos, podem custar caro posteriormente, quando os resultados não forem satisfatórios.

É fundamental que se saiba o que se quer controlar, ou seja, quais são os alvos. Muitas doenças podem ocorrer ao mesmo tempo na soja, como manchas, antracnose, ferrugem, entre outras. Quando mais de um alvo é identificado, é preciso buscar produtos com maior espectro de ação e escolher reforços adequados, se necessário. A utilização de reforços é uma prática fundamental e que apresenta um retorno significativo em produtividade.

Ao identificar os alvos, é preciso ter conhecimento da eficácia potencial dos fungicidas sobre eles. Anualmente, são conduzidos testes de eficácia por diversas instituições de pesquisa para aferir o desempenho dos produtos.

Os produtores precisam tomar conhecimento disso para poder cruzar a informação dos alvos com a eficácia que determinado produto entrega nesse quesito. Atualmente, existem muitos produtos formulados em misturas contendo fungicidas com diferentes mecanismos de ação, o que é bastante positivo quando se busca maior espectro de ação e maior eficácia. Alguns exemplos são as misturas estrobilurinas + triazóis, estrobilurinas + carboxamidas e, mais recentemente, as misturas triplas, que aumentam ainda mais o espectro de ação, como a carboxamida + estrobilurina + triazol. Essas misturas já vêm prontas e não implicam em dificuldade de uso pelo produtor. Além disso, o produtor pode utilizar os fungicidas de reforços, visando aumentar ainda mais o espectro de ação e, consequentemente, reduzir as “brechas” de controle.

Outro ponto fundamental é a adequação do produto conforme o estágio e sanidade das plantas. Alguns fungicidas são altamente técnicos e precisam ser utilizados em plantas sadias, de maneira preventiva, para entregarem controle e residual adequados, como ocorre com as carboxamidas. Assim, alguns produtos são mais adequados para as primeiras aplicações, outros para finalizar o programa de controle.

É comum alguns produtores iniciarem o manejo de doenças após o florescimento da soja ou quando a cultura já está com as entrelinhas fechadas. Com isso, mesmo quando utilizam uma aplicação no vegetativo, escolhem produtos baratos e de baixa performance. O reflexo é um início prejudicado e muitas vezes favorável para que doenças como manchas e antracnose se desenvolvam. Como a maioria das doenças foliares surgem ainda no estágio vegetativo ou, no mais tardar, no início do florescimento, a primeira aplicação tem sido uma das mais impactantes para a eficácia do programa como um todo. Para isso, as duas primeiras aplicações demandam os melhores fungicidas disponíveis, de maior eficácia e espectro de ação sobre os alvos ocorrentes.

A escolha correta dos fungicidas, aliada ao momento certo de aplicação de cada produto, é essencial para que se mantenha a sanidade das plantas do início ao fim do ciclo da cultura. Por outro lado, escolhas equivocadas permitem que doenças se desenvolvam quando poderiam ser prevenidas, resultando em um cenário de mais difícil controle e tendo como reflexo a redução de produtividade.

Pensando em contribuir com a sanidade e produtividade da lavoura dos produtores brasileiros, a Bayer desenvolveu o fungicida Fox Xpro. Produto com a potência amplificada: três modos de ação e três ingredientes ativos, incluindo Bixafem, a mais nova carboxamida da Bayer. Clique abaixo para saber mais:

CONHECER FOX XPRO

E para se informar ainda mais sobre o manejo de outras doenças e pragas, em diversas culturas, acesse a seção de notícias de nosso site, CLICANDO AQUI.

Compartilhar notícia por email