11 MIN DE LEITURA

Controle de doenças da soja com Fox Xpro e Fox Supra

29 de abril de 2024

Fox Xpro e Fox Supra

As doenças da soja estão entre os principais fatores que limitam a produtividade da cultura. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o impacto de cada doença da sojicultura pode variar conforme a região, o ano, e as condições climáticas de cada safra.

Para realizar o manejo de doenças da soja, o produtor pode recorrer a cultivares geneticamente resistentes ou tolerantes, boas práticas agronômicas, e a tecnologias fungicidas eficientes.

O manejo de doenças da cultura da soja é muito importante, porque quando este trabalho não é realizado ao longo da safra, a consequência pode ser a perda de produtividade. Por exemplo, segundo publicação da CropLife, na ausência do manejo, a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) pode comprometer até 30% da produtividade da lavoura.

Por outro lado, pesquisas da Fundação Mato Grosso (Fundação MT), apontam que o uso de fungicidas no manejo da podridão das vagens, doença que têm recebido cada vez mais atenção do produtor, pode reduzir a incidência da doença de 24% para até 4%.

Considerando este cenário, a Bayer, em conjunto com instituições de pesquisa, desenvolveu e testou recomendações de fungicidas no PROJETO 10X, iniciativa lançada pela empresa para identificar qual é a melhor estratégia de manejo de doenças da cultura da soja.

Na prática, o PROJETO 10X avaliou a performance de diferentes produtos fungicidas em três etapas do desenvolvimento da cultura, que seriam a fase vegetativa, o pré-fechamento das entrelinhas, e 15 dias após o pré-fechamento. Os testes foram realizados em 2022 e 2023, em 29 áreas de pesquisa localizadas na Região Sul do país.

Como resultado do estudo, foi constatado que a solução integrada FOX® XPRO e FOX® SUPRA é a melhor solução para proteger a cultura da soja com aplicações no estágio de pré-fechamento das entrelinhas, e 15 dias após.

Continue esta leitura para conhecer melhor a solução integrada Bayer voltada para o manejo de doenças da cultura da soja.


FOX XPRO e FOX SUPRA: solução integrada Bayer

FOX® XPRO e FOX® SUPRA são tecnologias fungicidas exclusivas da Bayer.

FOX® XPRO é um fungicida mesostêmico e sistêmico, dos grupos químicos carboxamida, triazolintiona e estrobilurina, que deve ser sempre utilizado de maneira preventiva ou a partir da identificação dos primeiros sintomas das doenças. Além de apresentar excelentes resultados na proteção da cultura da soja, o produto é indicado para o controle de doenças nas culturas do milho, algodão, cevada, girassol, feijão e trigo.

FOX® SUPRA, por outro lado, é um fungicida sistêmico, dos grupos químicos carboxamida e triazolintiona, desenvolvido exclusivamente para a cultura da soja. Com dois ingredientes ativos, FOX® SUPRA é o reforço ideal para uma segunda aplicação com o objetivo de não deixar nenhuma fonte de inóculo de doenças para traz.

O espectro de controle de FOX® SUPRA é semelhante ao de FOX® XPRO. Veja quais são os alvos dos dois fungicidas:

  • FOX® XPRO e FOX® SUPRA
    Doenças Ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi), mancha-alvo (Corynespora cassiicola), mancha-parda (Septoria glycines), antracnose (Colletotrichum truncatum), cercosporiose (Cercospora kikuchii), oídio (Microsphaera diffusa), e agentes causadores de podridão dos grãos e quebramento de hastes Diaporthe ueckerae/miriciae, Diaporthe longicolla, Colletotrichum truncatum, Colletotrichum cliviicola/clivae, Cercospora flagelaris, Fusarium incarnatum, Fusarium equiseti e Fusarium proliferatum.

Recomendações de manejo com FOX XPRO e FOX SUPRA

Para manejar a ferrugem asiática com FOX® XPRO, a recomendação é realizar a primeira aplicação preventiva, antes do fechamento das entrelinhas, entre os estádios V7 e V8. Se for identificada a necessidade de uma nova pulverização a partir do monitoramento, a operação deve ser realizada com no máximo 14 dias de intervalo em relação a primeira aplicação.

O manejo do mofo-branco com FOX® XPRO deve ser realizado em conjunto com fungicidas químicos ou biológicos em casos de alta pressão da doença.

O controle de ferrugem asiática com FOX® SUPRA deve ser realizado com uma aplicação do produto de maneira preventiva, 15 dias após a aplicação de FOX® XPRO.


Como utilizar a solução integrada Bayer na prática?

De acordo com o resultado do PROJETO 10X, a solução integrada Bayer para o manejo de doenças da soja conta com os fungicidas NATIVO®, FOX® XPRO e FOX® SUPRA e SPHERE® MAX®,

Veja quando estes produtos podem ser utilizados para atuar de forma integrada na proteção da lavoura de soja contra doenças:

  • Aplicação zero
    Ocorre entre V2 e V4, quando a lavoura de soja se encontra em estágios iniciais, com o objetivo de proteger as folhas do baixeiro, e evitar que fungos presentes na palhada, ou em restos culturais, migrem para a planta. O fungicida NATIVO®, solução contra fungos de forte ação preventiva e residual, é indicado para esta aplicação.
  • Aplicação no pré-fechamento das entrelinhas
    Ocorre entre os estágios V7 e V8 da cultura da soja, com a finalidade de proteger as folhas das plantas antes do fechamento das entrelinhas, momento em que a umidade aumenta na lavoura, favorecendo a ocorrência de doenças. O produto recomendado para esta aplicação é o fungicida FOX® XPRO.
  • Aplicação no pré-fechamento + 15 dias
    Ocorre, geralmente, 15 dias após a segunda aplicação de fungicidas. Nesta etapa, as plantas estão prestes a atingir o ápice do desenvolvimento vegetativo. O produto Bayer recomendado para esta operação é o FOX® SUPRA.
  • Aplicação Pré Fechamento + 30 dias
    Na sequência, para continuar protegendo a lavoura de soja, é recomendado aplicar o fungicida SPHERE® MAX. Este fungicida apresenta um período residual que controla as doenças da cultura por mais tempo.
  • Aplicação Pré Fechamento + 45 dias
    Para a última aplicação de fungicidas da safra, a recomendação é uma segunda aplicação de SPHERE® MAX.

Saiba mais sobre as recomendações de manejo de doenças da Bayer no Impulso Cast EP. 15: