Atenção: Você está no site Agro Bayer Brasil. O conteúdo deste site é destinado a agricultores e demais profissionais do setor agrícola.

 
Find a solution
Find a label

Onde Comprar

Não há resultados.

Alta tecnologia para combater doenças no milho

Aposte na ação preventiva de Nativo para a proteção de plantas contra mais doenças e por um período prolongado.

Data

18 fevereiro 2019

Localização

São Paulo - SP

A safrinha de milho pode ser desafiadora em muitos casos. Logo após a colheita da soja, o agricultor fica de olho no clima, acelera as operações de campo para plantar e o cereal geralmente apresenta uma janela de cultivo mais arriscada. O tempo é precioso e não há espaço para errar no manejo. Por isso, o produtor não pode correr o risco de deixar a lavoura à mercê das doenças e deve escolher um excelente fungicida que o deixe despreocupado.

A tecnologia do fungicida Nativo cumpre muito bem esse papel, levando tranquilidade para a rotina do produtor. Trata-se de um fungicida com 2 ingredientes ativos e dois modos de ação distintos, que promovem prolongado período de proteção de plantas. “O grande diferencial do Nativo é o espectro e o controle. Ele controla um grande número de doenças com um custo-benefício muito adequado para o produtor. Nativo tem uma ação preventiva e protege muito, contra mais doenças”, afirma Jean Zonato, Diretor de Portfolio Fungicidas da Bayer.

Seu braço forte com ótimo custo-benefício

As condições climáticas mudam a cada safra e, quando o tempo fica mais úmido, as doenças se proliferam com facilidade. Além disso, de acordo com Zonato, alguns híbridos de milho podem ser mais suscetíveis às doenças, o que requer maior cuidado no manejo. “O produtor precisa ficar de olho na combinação de clima e híbrido que ele está plantando e o uso do fungicida correto é fundamental para ele ter sucesso”, afirma Zonato.

Embora o agricultor não tenha condições de adivinhar qual será a doença com maior incidência durante a safra, é possível se precaver e confiar na solução completa da Bayer. “O Nativo foi desenhado para as condições tropicais das doenças que ocorrem nas culturas do mercado brasileiro. É um produto que se encaixa bem nos moldes do que o produtor de milho busca e com um custo adequado para as necessidades da cultura”, diz Zonato.

Nativo é um dos produtos mais confiáveis para o controle de doenças no milho. A tecnologia se destaca pelo amplo espectro e pela eficiência no manejo de várias doenças, entre elas a ferrugem, manchas e cercospora. A recomendação é investir em Nativo de forma preventiva, com aplicação no início do desenvolvimento vegetativo, entre os estádios V4 e V6 e novamente entre as fases V7 e V10. Dessa forma, o produtor garantirá que a maioria das folhas do milho serão cobertas pelo produto e devidamente protegidas.

De acordo com Danilo Belia Kashiwakura, Gerente de Marketing Estratégico para Milho da Bayer, os produtores realizam até quatro aplicações de fungicidas, cientes de que a tecnologia garante melhores resultados. Pesquisas já apontaram colheita adicional de 4 a 7 sacas de milho por hectare. “Nativo é um produto extremamente ajustado para a safrinha. Quando faz o manejo com fungicida, o agricultor tem consciência de que tem um salto de proteção contra doenças, melhor sanidade de folha e aumento de produtividade”, afirma Belia.

Ainda mais benefícios

Com Nativo, as vantagens vão além. O produtor que investe na tecnologia acumula pontos na exclusiva plataforma Rede AgroServices, que podem ser resgatados por inúmeros serviços e produtos. Entre os destaques, o cliente Bayer pode resgatar o serviço de aplicação aérea, para garantir uma pulverização com comodidade e segurança, realizada por prestadores especializados. Outra opção vantajosa é resgatar silo-bolsas para armazenar a colheita de milho na fazenda, com praticidade e bom custo-benefício.

O produtor também pode esperar uma novidade poderosa no mercado de fungicidas para o milho em breve. “Está chegando a tecnologia Fox Xpro, um fungicida mesostêmico e sistêmico que já foi experimentado nas lavouras de soja, algodão, trigo e nesta próxima safra teremos as primeiras áreas em milho. Fox Xpro vai ser mais um aliado para o manejo de doenças no milho, principalmente para as áreas onde tenha híbridos que respondem ao uso de mais tecnologia e em regiões onde o agricultor realmente tenha uma pressão mais forte do complexo de doenças”, revela Danilo Belia Kashiwakura. “Nesta segunda safra de milho será o primeiro ano que os produtores terão acesso e experimentarão FOX Xpro no milho, esperamos que todo produtor brasileiro possa conhecer e ver um novo patamar de controle e auxiliando o seu programa de manejo de doenças.”

Compartilhar notícia por email