5 MIN DE LEITURA

Quebrando recordes com Marlei Sponchiado

03 de janeiro de 2024

Produzir alimentos com amor: esse é o maior legado deixado a Marlei Roque Sponchiado por seu pai. Essa é uma história que começou nos anos 1970, quando a família do produtor deixou o Rio Grande do Sul rumo ao Centro-Oeste do país. Depois de dez anos trabalhando por lá, compraram o primeiro pedaço de terra do que viria a ser a atual fazenda Santo Augusto, em Campo Novo do Parecis, no Mato Grosso.

Nessas mais de três décadas trabalhando com agricultura, Marlei não tem dúvida de qual foi a maior e melhor mudança nas técnicas de produção: "Na minha opinião, a maior mudança foi do plantio convencional para o plantio direto. Não temos problema de erosão por chuva ou por vento. Para o meio ambiente isso foi fantástico", conta.

Outra importante inovação foi a revolução tecnológica no campo e, nesse aspecto, o produtor ressalta os avanços em relação às sementes com biotecnologia.

Em sua propriedade, são utilizadas sementes Intacta2 Xtend® de soja, e Marlei tem dado um show de produtividade! Por dois anos consecutivos, ele foi campeão nos testes de produção da Liga i2x. "É uma das melhores tecnologias em sementes. Plantamos e fomos bicampeões no concurso."


Plano de sucessão em andamento

Na vida pessoal de Marlei, outro passo muito importante foi o casamento com dona Sônia. Duas pessoas de lugares distantes – ele é gaúcho e ela, potiguar - que o destino uniu para uma nova etapa de muita parceria e realizações.

"Minha esposa é minha companheira, é a pessoa com que divido minhas responsabilidades. A gente conversa muito, ela é mais calma do que eu e assim temos dado certo."

Esse encontro ficou ainda mais completo com a vinda de Vinícius, o filho do casal. Desde pequeno, ele acompanha o pai na fazenda e, agora, deram início ao processo de sucessão familiar. "A paixão pela agricultura começou cedo e acredito que ele vai seguir o legado que aprendi com meu pai, que é produzir alimentos de boa qualidade e respeitar o meio ambiente", diz Marlei.

Expectativa que, para Vinícius, já é uma realidade: "Estou com meu professor do meu lado. Sempre acompanho meu pai nos negócios, aprendendo com ele e, lá na frente, espero seguir os seus passos e ser tão bom quanto ele."