Blog do Agro

A Revolucao

06 de março de 2023

Você está preparado para a revolução que a agricultura digital está levando ao campo? Um estudo da consultoria McKinsey, feito no Brasil com 560 participantes, mostrou que o interesse dos agricultores por agricultura digital e o uso de plataformas online tem crescido no país.

Segundo o relatório, 46% dos produtores têm preferência por realizar compras de insumos em canais online. O valor é superior à média dos Estados Unidos e da Europa. Um terço dos participantes também demonstrou estar disposto a vender até 50% da produção por plataformas online.

No campo, o estudo mostrou que 1 a cada 2 produtores já está usando algum tipo de tecnologia de precisão. Além disso, 45% dos entrevistados, afirmaram estar dispostos a contratar tecnologias que contribuam para a elevação da produtividade na lavoura.

Rodrigo Franco Dias, CEO da Connect Farm, de Cachoeira do Sul, RS, conta que o principal benefício de utilizar as ferramentas de agricultura digital é o produtor poder organizar os dados de sua propriedade. "Quando falamos em ferramentas digitais, estamos falando de imagem de satélite, de cadernos de campos digitais, modelos de sistemas e planilhas. A integração de todos esses processos, combinado com os dados de solo, rastreamento de máquinas pela internet, ou sistemas que possam trazer informações como o FieldView ™, por exemplo, permitem criar processos de agricultura digital."

De acordo com o CEO da Connect Farm, com esses dados em mãos, é possível interpretá-los e tomar decisões para construir seu negócio de forma mais assertiva.

Ainda sobre o desenvolvimento tecnológico no campo, um relatório da consultoria Market and Markets mostrou que o mercado global da agricultura de precisão deve alcançar quase 21 bilhões de dólares em 2026, o que representa um crescimento total de mais de 60% nos próximos 5 anos. O crescimento anual do segmento, segundo a consultoria, deve ficar em torno de 10%.

Felipe Candil, gestor de pós-vendas e conteúdo na Metos Brasil, explica que a tendência do uso de ferramentas da agricultura digital é aumentar cada vez mais e o período de pandemia tem acelerado o processo, já que permite aos produtores acompanhar de maneira remota o que está acontecendo no campo.

"Com dados de qualidade você consegue obter resultados melhores porque tem um uso mais inteligente de insumos. Basicamente, produz mais com menos", comenta Candil.

Pensando na ocorrência de eventos climáticos extremos, o monitoramento com tecnologias digitais também é essencial, segundo ele, para reduzir os impactos na lavoura. "A exemplo, nesse período de geada que tivemos no inverno de 2021, muitos produtores foram prejudicados por não estarem com a informação necessária. Produtores que tinham os equipamentos adequados conseguiram se antecipar e proteger suas produções de viveiros de muda", acrescenta.

exclusivo para usuários logadosArtigos salvos e temas de interesseRealize seu login para salvar artigos e escolher os temas de seu maior interesse. Você poderá acessá-los a qualquer momento, sem perder de vista nenhum conteúdo de relevância pra você.