8 MIN DE LEITURA

Alerta para aumento de ferrugem-asiática!

01 de dezembro de 2023

As lavouras de soja no Brasil estão passando por grandes desafios na temporada 2023/2024. Em Mato Grosso, a irregularidade das chuvas tem afetado o desenvolvimento da cultura. Já no Rio Grande do Sul, as fortes precipitações têm prejudicado o progresso das áreas. Em Minas Gerais e Goiás, o plantio foi retomado com a volta das chuvas, mas a baixa umidade do solo trouxe redução na população de plantas.

O excesso de chuvas em algumas regiões acende um alerta para o aumento de casos da ferrugem-asiática no campo. Essas condições climáticas favorecem a disseminação da doença e, segundo a Embrapa, por conta de uma janela de plantio mais ampla, o problema está aparecendo mais cedo no campo. O Consórcio Antiferrugem já registrou 10 casos da doença na safra atual nos estados do Paraná, São Paulo e Tocantins.

Por esse motivo, a atenção do produtor deve ser redobrada, principalmente aqueles que estão plantando a lavoura mais tarde, correndo o risco de receber esporos do fungo de semeaduras mais precoces. Além disso, há relatos da presença de soja voluntária nas lavouras, que servem de hospedeiras para a ferrugem-asiática e dificultam ainda mais o seu controle.

Enquanto isso, o progresso do plantio da oleaginosa no país atingiu 75,2% das áreas. No mesmo período do ano passado, esse avanço era de 86,1%. Sobre a situação das lavouras, 15,5% ainda estão em fase de emergência; 67,6% estão em desenvolvimento vegetativo; 13,8% em floração; e apenas 3,1% em enchimento de grãos.

O professor Marcos Fava Neves comenta a situação das lavouras de soja pelo Brasil. "Talvez este seja o início de safra de soja mais conturbado da nossa história. Houve plantio, replantio, desistências e, por outro lado, algumas áreas devem entregar grandes produtividades. Na minha análise, essa é uma safra complexa e será necessário acompanhar o tempo todo para a tomada de decisão".


Campeões em produtividade de milho na safrinha 2023

Nesta semana, o fórum organizado pelo Grupo Tático de Aumento de Produtividade (Getap) divulgou os campeões do Concurso de Produtividade no Milho. No evento, foram premiados os principais resultados em produtividade para híbridos de milho na safrinha 2023, e os materiais das marcas Sementes Agroceres e Agroeste estiveram mais uma vez entre os melhores!

"Para nós, é muito importante participar de eventos como o fórum do Getap, que tangibiliza o retorno que nossa genética e inovação trazem para o agricultor em termos de produtividade e rentabilidade", comenta Leandra Leite, Gerente de Marketing Sementes de Milho.

O primeiro lugar nacional na categoria Irrigado foi para João Cornélio Michels, de Minas Gerais, com o híbrido AG 87-01 PRO3.

O produtor Adalberto Ceretta, de Mato Grosso, foi o campeão nacional na categoria Sequeiro, com o híbrido AG 86-00 PRO4.

Para saber sobre os resultados produtivos e outras posições conquistadas pela Bayer nesta edição do Getap, acompanhe as redes sociais Agro Bayer Brasil.


Giro de notícias

O clima irregular tem afetado o mercado de fertilizantes. O primeiro semestre de 2024 deve registrar o menor volume comercializado no Brasil para o período.

O confinamento de gado ficou estável pela primeira vez desde 2015. Neste ano, 7,03 milhões de cabeças de bovinos foram confinadas.

Foi registrado aumento das exportações nos portos do Paraná. De janeiro a outubro, o crescimento foi de 15%, com destaque para a soja, açúcar (granel) e farelo.


Agenda da semana

O Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas aconteceu entre os dias 21 e 24 de novembro, em alto mar! O Bayer Coopera Mais participou do evento com o objetivo de agregar conhecimento e exaltar o protagonismo feminino no agronegócio. Foram mais de duas mil mulheres embarcadas em um transatlântico para discutir temas como o cenário econômico, sucessão familiar, liderança, empreendedorismo e as oportunidades dentro do cooperativismo.

"As mulheres cooperativistas tiveram esse momento de valorização e reconhecimento. O Bayer Coopera Mais nos proporciona essas ações e eventos ligados à inovação, tecnologia e sustentabilidade", diz Aline Borges, coordenadora de marketing da Coopama.

Por fim, o Doutor Agro destaca os pontos para os produtores ficarem de olho na próxima semana:

  • Interferência do clima no plantio no Brasil
  • Colheita da cana
  • Colheita da soja
  • Câmbio
  • COP 28 em Dubai