7 MIN DE LEITURA

Exportações do agro batem recorde em janeiro

23 de fevereiro de 2024

A receita com exportações em janeiro foi a mais alta já registrada para o período. O montante foi de US$ 11,7 bilhões, o que representou um aumento de 14,8% frente ao mesmo mês de 2023, segundo dados da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura.

Os principais impulsionadores deste cenário foram o crescimento do volume exportado de grãos e açúcar. As vendas de grãos ao mercado externo cresceram 19,7% em um ano, atingindo 11,4 milhões de toneladas.

Já os embarques de açúcar aumentaram 58,1% em janeiro, alcançando 3,2 milhões de toneladas. Por outro lado, o preço médio dos produtos exportados retraiu 5,8% em relação ao último ano.

A China continua sendo o principal destino das exportações do agro brasileiro, com uma participação significativa de 25,3% do total. Esse montante foi 5,3 pontos percentuais maior do que o registrado no primeiro mês de 2023, movimentando US$ 2,9 bilhões.

Além disso, no acumulado dos últimos 12 meses, as exportações do agro totalizaram US$ 168 bilhões. Soja em grãos (US$ 68,2 bilhões) e carnes (US$ 23,4 bilhões) foram os maiores responsáveis pela movimentação financeira.


Expectativas para as vendas externas

Mas o cenário deve ser diferente ao longo do ano. Devido ao clima desfavorável impactando as lavouras brasileiras e a ampla oferta global de soja, o Brasil deve exportar um menor volume da oleaginosa em 2024. A consultoria Safras & Mercado projeta que o Brasil deve exportar 94 milhões de toneladas de soja neste ano, contra os 101,8 milhões exportados em 2023.

O professor Marcos Fava Neves analisa o cenário das exportações do agronegócio brasileiro em 2024: "Com esse aumento de volumes, o Brasil vem conquistando cada vez mais market share. Além disso, os valores que entraram no país são muito importantes. O Brasil começa bem o ano de 2024 e nossa grande meta é passar o valor de 2023."


Giro de notícias

A colheita da soja atingiu quase 30% do total semeado. As operações estão mais adiantadas em relação ao mesmo período da temporada anterior e à média dos últimos cinco anos.

O frete rodoviário foi 2% maior em janeiro e ficou em R$ 6,36 o quilômetro rodado. Esse é o primeiro aumento no valor médio do frete desde abril do ano passado.

A safra 2024/25 de café pode ficar 4,6% acima do ciclo passado, totalizando 69,5 milhões de sacas. Se confirmados esses números, o balanço global entre produção e consumo deverá ser maior, passando de 1,9 milhão para 4,6 milhões de sacas.


Mais uma FieldView Shop abre as portas em Sinop

Bayer e Climate Fieldview™ inauguraram a segunda unidade da Fieldview™ Shop em Sinop, em Mato Grosso. No local, o produtor vai encontrar equipamentos, prescrição de sementes, defensivos da Bayer, suporte especializado, além de realizar paradas técnicas e consultoria.

"Esse é um espaço de convivência, inovação e tecnologia. Convidamos o produtor rural a conhecer a FieldView™ Shop para que, juntos, possamos utilizar dados para aumentar sua produção e rentabilidade", frisa Erick Parente, gerente de marketing na Bayer.

A loja Fieldview™ Shop de Sinop é uma parceria com a Agromave.


Agenda do agro

Entre os dias 04 e 08 de março acontece a Expodireto Cotrijal, uma das mais importantes vitrines do agro brasileiro. O evento será na cidade de Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. Aproveite a visita para acompanhar novidades no estande da Bayer!