10 MIN DE LEITURA

Algodão: quando aplicar reguladores de crescimento?

17 de abril de 2024

Os reguladores de crescimento atuam diretamente no balanço hormonal do algodoeiro, servindo como uma estratégia para controlar o tamanho das plantas, o que pode contribuir para o aumento da produtividade.

Esses produtos ajudam a reduzir a concentração do ácido giberélico, que é o hormônio vegetal responsável pela divisão e expansão celular. Assim, o crescimento do algodão diminui e as plantas ficam mais compactas.

O algodão tem hábito de crescimento indeterminado: em condições com adequada disponibilidade de água e nutrientes, seu crescimento vegetativo pode ser excessivo, favorecendo o aparecimento de frutos e queda de botões. Portanto, o correto equilíbrio entre o crescimento vegetativo e reprodutivo é fundamental para a qualidade e produtividade da fibra, bem como para o bom andamento da operação de colheita.

"Deve haver esse controle para o equilíbrio entre o desenvolvimento vegetativo e o reprodutivo. Caso contrário, o manejo fica mais difícil, as estruturas reprodutivas apodrecem e a qualidade e produtividade da fibra são comprometidas", acrescenta Alexandre Cunha de Barcellos Ferreira, pesquisador da Embrapa Algodão.


Efeitos dos reguladores de crescimento no algodão

  • Redução da altura das plantas;
  • Diminuição do número de nós na haste principal;
  • Queda do intervalo entre os nós;
  • Equilíbrio do número de nós e do comprimento dos ramos vegetativos e reprodutivos;
  • Aumento da espessura da folha;
  • Maior intensidade da coloração verde das folhas;
  • Aumento da retenção de frutos nas primeiras posições dos ramos produtivos;
  • Crescimento do peso de capulho e do peso de 100 sementes;
  • Uniformização da abertura das maçãs.

Benefícios do desenvolvimento uniforme do algodoeiro

A primeira vantagem do desenvolvimento uniforme da planta de algodão são as fibras de algodão de maior qualidade. As plantas produzem fibras mais finas e longas, o que pode melhorar a qualidade do produto e aumentar seu valor no mercado.

O aumento do rendimento é outro benefício obtido com a aplicação desses produtos. As plantas tendem a se desenvolver com mais vigor e sanidade, resultando em mais frutos e aumento da produção.

Outro avanço é a melhoria na colheita. Com a lavoura uniforme, a colheita se torna mais fácil e eficiente, além disso, a contaminação das fibras é reduzida.

Há, ainda, a redução de avarias mecânicas durante a colheita porque, com hastes mais curtas e grossas, o risco de danos nos capulhos é reduzido.

Por fim, plantas de algodão tratadas com reguladores de crescimento se tornam mais tolerantes ao estresse hídrico e às infecções causadas por doenças.


O melhor momento para aplicar os reguladores de crescimento

O crescimento dessa cultura é maior entre o surgimento dos primeiros botões florais até o momento em que a planta apresenta de quatro a cinco nós, acima da flor mais alta na haste principal.

Em cultivares de porte alto por crescimento inicial mais vigoroso, a primeira aplicação deve ser realizada quando as plantas atingirem de 30 a 35 cm.

Já em cultivares de porte baixo, com crescimento menos vigoroso, a primeira pulverização deve ser feita quando a altura estiver entre 40 e 45 cm.

"As outras doses serão aplicadas de acordo com a retomada do crescimento. Então, a cada 10 ou 12 dias, vários fatores técnicos precisam ser monitorados para ver se a planta realmente vai se desenvolver. As doses, portanto, são crescentes, e de 3 a 4 aplicações são suficientes", destaca o especialista da Embrapa.

Ainda de acordo com ele, após essa fase, o algodoeiro cresce muito rápido e é nesse período que a lavoura requer mais atenção. Para as demais aplicações, basta fazer a divisão entre a altura da planta e a quantidade de nós da haste principal. O resultado deve se manter entre 3 e 3,5 cm - caso se aproxime desses valores, uma nova dose deve ser aplicada.

É importante também não utilizar o produto em períodos de estresse hídrico, não chover por pelo menos 4 horas após a aplicação e realizar a atividade durante a manhã a fim de evitar a queima das folhas.

Um ótimo aliado nesse manejo é o regulador de crescimento de algodão Aplic, da Bayer, que oferece dois modos de ação para o manejo do algodoeiro. Com ele você terá mais precisão na aplicação e melhores resultados de produtividade e qualidade de fibra.