Facebook

Agricultura 4.0. Como o impulso Bayer revoluciona lavouras por meio da tecnologia

Descubra como as soluções digitais que podem facilitar seu dia a dia na lavoura

Graças à democratização da internet, o mundo está cada vez mais conectado. De acordo com um estudo realizado pela ONU, 97% da população mundial têm acesso a um sinal de celular e 93% conta com uma rede 3G ou superior.

Esses dados revelam que a as ferramentas de comunicação digital estão presentes em diversos contextos do nosso dia a dia. E a agricultura também já sente os impactos dessa realidade. A tecnologia tem contribuído com a inovação na produção agrícola, desde o processo de preparo do solo até a comercialização. Neste artigo, você aprenderá o que é agricultura 4.0 e como as soluções digitais têm facilitado a atividade nas lavouras.

O que é agricultura 4.0?

A agricultura 4.0 diz respeito a um conjunto de tecnologias digitais desenvolvidas para otimizar os processos de produção desse setor. Ao serem integradas por meio de softwares e sistemas, elas são capazes de promover uma série de processos.

Um deles é a conexão de equipamentos, o que melhora a gestão e monitoramento da produção. Isso reflete significativamente na produtividade e rentabilidade da lavoura, já que o acesso a dados precisos permite um controle mais assertivo das atividades.

Vários são os métodos relacionados à agricultura 4.0 que podem ser identificados atualmente. Eles lançam mão de pesquisas, equipamentos e sistemas que auxiliam na tomada de decisões do gestor rural. Conheça os principais.

Análise climática

O clima é um dos principais fatores que afetam diretamente todas as etapas do desenvolvimento de culturas agrícolas. Ele influencia, não só na relação entre plantas e fauna, mas também na presença ou ausência de doenças, pragas e plantas daninhas na plantação.

Diante desse contexto, é fundamental que a coleta assertiva de dados meteorológicos seja um dos focos da atividade agrícola. Se bem realizada, ela favorece a preparação do solo, adubação, semeadura, irrigação, manejo, colheita, entre outros processos.

Ao trazermos a análise do clima para a agricultura 4.0, podemos identificar uma série de recursos. Um deles é o Agritempo, sistema de informações criado pela Embrapa e disponibilizado em versões web e aplicativo para dispositivos móveis.

Um dos principais recursos desse sistema é o Zarc (Zoneamento Agrícola de Risco Climático). Ele mapeia e identifica fatores meteorológicos que podem interferir em determinada cultura de acordo com cada região.

Drones

Por meio de um sistema operacional que integra computador, câmera, sensores e GPS, o drone é capaz de sobrevoar grandes propriedades. Esse equipamento, controlado remotamente, faz registros precisos em alta definição de áreas agrícolas.

Dependendo do equipamento, é possível capturar, em uma única imagem, uma área de, aproximadamente, 6 hectares. As imagens obtidas pelo drone são capazes de detectar doenças, pragas, plantas daninhas, problemas de irrigação entre outros elementos.

Imagens via Satélite

Um dos recursos utilizados e que proporciona aos produtores maior facilidade no momento da tomada de decisões, em larga escala, são as imagens via satélite. Com elas identifica-se problemas como:
• Erosões
• Falhas no sistema irrigatório
• Problemas de fitossanidade

Com as imagens de satélite, os produtores podem ter uma visão abrangente da fazenda com visibilidade de toda a lavoura, topografia, solo e vegetação. Além disso, também será possível criar um arquivo histórico da lavoura, ao longo do tempo, para futuras análises.

GPS

Esse é um dos recursos mais utilizados em lavouras que se apropriam das facilidades da agricultura 4.0. O GPS é um dispositivo que capta e transmite informações sobre latitude e longitude em determinada localização geográfica.

No contexto de propriedades rurais, ele pode ser acoplado a equipamentos, de forma a direcionar máquinas com maior precisão. Sua utilização permite maior controle e amplia as possibilidades de automação e análise gerencial.

Piloto automático

O piloto automático é o resultado da união do GPS com outras tecnologias. O dispositivo pode ser, por exemplo, programado para atuar junto a sensores, válvulas e acelerômetros.

Isso permite a criação de veículos autônomos (Agricultura 5.0), que promovem impactos positivos para a agricultura. O piloto automático auxilia na extensão da janela de plantio, dando maior agilidade às manobras precisas de aplicação de defensivos agrícolas, por exemplo.

Telemetria

Também aliada às funcionalidades do GPS, a telemetria possibilita grandes vantagens a profissionais que atuam no setor agrícola. Ela auxilia na delimitação de espaços da propriedade, de forma a analisar as condições do solo.

Os dados obtidos podem direcionar tratamentos de infestações por pragas ou plantas daninhas, por exemplo. Os registros poderão ser usados, inclusive, para análises de safras posteriores.

Biotecnologia

A tecnologia digital também contribui para o desenvolvimento de culturas mais resistentes a pragas, doenças, plantas daninhas, com maior poder nutricional e também resistentes aos efeitos abióticos. Graças à biotecnologia, é possível analisar o comportamento de determinada planta, introduzindo características desejáveis de outros organismos (material genético) de forma a obter a planta desejável.

Os dados obtidos auxiliam, portanto, na implementação de modificações genéticas desejáveis, direcionando assim a produção de sementes e defensivos agrícolas. Isso propicia uma produção de maior qualidade e menor índice de desperdício.

Agricultura 4.0 aplicada ao mercado agrícola

Além de estar presente nos processos efetivos da lavoura, a agricultura 4.0 também pode ser identificada no mercado agrícola. Nesse contexto, ela serve para criar um estreitamento de relações entre produtos, serviços e agricultores.

Impulso Bayer, um salto tecnológico à sua lavoura

Exemplo de sua aplicabilidade é o Impulso Bayer, programa relacionamento por meio do qual a Bayer oferece uma série de benefícios. Ao comprar produtos da marca, você acumula deverá cadastrar suas notas fiscais para acumular pontos.

Por meio deles, você adquire estrelas que poderão ser usadas para ter acesso a experiências exclusivas. Estas incluem a participação em feiras de tecnologia, assessoria digital, eventos de networking, viagens internacionais, entre outros benefícios.

O acompanhamento do seu saldo de pontos será por meio da plataforma Orbia. Por meio dela, você também poderá resgatar produtos e serviços, além de comprar insumos e comercializar commodities on-line.

Como você notou, a agricultura 4.0 oferece soluções para um trabalho mais automatizado e conectado em todos os processos. Com ela, a tomada de decisões na sua lavoura poderá ser mais eficaz.

É importante que você saiba que os pilares de gestão, produção, sustentabilidade e profissionalização continuam sendo valorizados. A diferença é que, com a tecnologia digital, os benefícios voltados para cada um deles tende a aumentar.

Aproveite a leitura deste artigo para acessar o programa Impulso Bayer e ter acesso a uma série de benefícios que começa pela compra de produtos de qualidade. Aproprie-se do futuro e desfrute do melhor que ele tem a oferecer.